Crescimento e GH

Data de criação 31/03/2017
Categorias: Notícias.

Muitos fatores contribuem para que uma pessoa tenha problemas de crescimento, desde a herança genética até alterações na produção hormonal. Nesta edição do “10 Coisas que Você Precisa Saber Sobre”, confira as principais informações sobre os problemas de crescimento, suas causas e tratamentos.

1 - A sigla GH (Growth Hormone) se refere ao hormônio do crescimento. O GH é produzido pela glândula hipófise, situada na base do crânio, e está presente em todas as pessoas normais. É indispensável durante o período de crescimento e sem ele a estatura adulta normal não pode ser alcançada.

2 - Para avaliar o ritmo de desenvolvimento os médicos utilizam a velocidade de crescimento. Para isso é preciso ter pelo menos duas medidas de estatura e um intervalo de tempo entre elas. Nos primeiros meses de vida as medidas podem ser mensais, mas depois a cada três ou quatro meses. Nos primeiros dois anos de vida a criança cresce cerca de 25 cm, ocorrendo uma desaceleração progressiva da velocidade de crescimento, mas na puberdade ela volta a acelerar. O acompanhamento com o Pediatra é fundamental para detectar precocemente qualquer alteração da velocidade de crescimento, e com isso permitir o diagnóstico precoce de doenças que afetam o crescimento. Quando o crescimento é menor que o esperado, o ideal é que um especialista seja consultado. Quanto mais cedo for percebido o problema, melhores serão as chances de recuperação.

3 - O nanismo é um termo usado para situações de baixa estatura grave. Manifesta-se principalmente a partir dos dois anos de idade, impedindo o crescimento e desenvolvimento durante a infância e adolescência. Pode ser causado por deficiência de hormônio de crescimento (chamado de nanismo hipofisário) ou por doenças ósseas congênitas.

4 - Quando o corpo humano produz GH em excesso, causa uma doença conhecida como gigantismo. É um quadro de crescimento exagerado, acompanhado de outros problemas graves de saúde. Pode surgir na infância, durante a puberdade ou na vida adulta. 

5 - A deficiência de GH pode ser causada por problemas genéticos, traumas, doenças infecciosas ou inflamatórias, tumores cranianos, radioterapia, quimioterapia, entre outras. Muitas vezes não é possível identificar a causa da deficiência, mesmo realizando todos os exames disponíveis. 

6 - Uma das formas de se identificar problemas de crescimento é observar que a criança está demorando para trocar a numeração de roupas e calçados ou quando ela se torna a menor da turma da escola. Esses são sinais importantes que devem estimular os pais a procurar um médico endocrinologista.

7 - As crianças devem ser medidas e os dados de peso e estatura precisam ser colocados nos gráficos para serem interpretados corretamente. Só assim é possível comparar as medidas da criança com as de outras crianças da mesma idade e sexo e também com a estatura dos pais.

8 - O crescimento acontece até que haja a fusão ou fechamento das cartilagens de crescimento, que é uma região especial dos ossos. A época em que ocorre o término do crescimento vai depender muito da idade de início e de término da puberdade. Depois que as cartilagens dos ossos longos se fecham, não há mais possibilidade de crescer, mesmo tomando o GH. Nesse caso, além de não fazer crescer, o uso do GH não é seguro e pode trazer prejuízo para a saúde.

9 - Adultos com deficiência de GH podem fazer a reposição do hormônio de crescimento. Nesses casos o tratamento com GH produz outros benefícios para a saúde como melhora da capacidade física, aumento da massa magra (ossos e músculos), redução da gordura corporal e melhora da qualidade de vida.  Por causa desses benefícios, algumas pessoas utilizam o GH erroneamente para tratar a obesidade, reduzir o processo de envelhecimento e melhorar o desempenho físico. A medicação é contraindicada para esses fins por não ser considerada segura. No esporte, a sua utilização é considerada ilícita e passível de punição.

10 - A abordagem dos problemas de crescimento é feita da seguinte forma: inicialmente o endocrinologista avalia o histórico de saúde da família e da criança, incluindo os antecedentes gestacionais e de nascimento, além do exame físico completo para identificar outros sinais de doenças. Depois realiza a pesquisa de possíveis causas por meio de exames laboratoriais e radiológicos. Se for constatada uma deficiência de hormônio de crescimento, o endocrinologista indicará o tratamento com GH. É importante saber que existem outras situações que atrapalham o crescimento normal e que também podem ser tratadas com GH. Tomar hormônio, só com orientação médica.

Consultoria da Dra. Julienne Ângela Ramires de Carvalho, presidente do Departamento de Endocrinologia Pediátrica da SBEM.

Reprodução: Site SBEM Nacional 

Atualizada em: 31/03/2017

Tópicos Relacionados

crescimento, crescimento e gh, notícias

Opiniões dos Leitores

Escreva a sua opinião aqui:

Leia nossos termos de uso.

Seu comentário aparecerá na lista após aprovação do moderador.

Eventos em Destaque

Paginas Mais Visitadas

Tópicos

10 coisas que você precisa saber 2014 5ª Jornada Teórico-Prática abertura abeso adolescentes Agência Nacional de Vigilância Sanitária Agenda alimentação alimentação infantil amb american diabetes association análogos de insulina ano novo anvisa aplicativo aplicativo do cbem aprovação área científica assembleias gerais associados audiência bebês bisfenol A boas festas BPA CAAEP caaep 2012 caaep 2015 caaep 2016 caaep2014 caeep caeep 2014 caem cálcio cartilha contra a obesidade cbaem cbaem 2015 cbaem 2017 cbem cbem 2012 cbem 2014 cbem 2016 CBEM2014 cobrapem Cobrapem 2017 Cobrapem no Rio como agir como fazer como se associar Comunicado congresso congresso brasileiro congresso brasileiro de perinatologia congresso da ada congresso da sbem congresso em gramado contra a obesidade copem copem 2017 cremerj crescimento crescimento e gh criança e adolescentes crianças crianças desaparecidas crianças e adolescentes cuidado com o carnaval cuidados Cuidados com a saúde curitiba curso dc press departamento Departamento de Endocrinologia Pediátrica desenvolvimento desreguladores endócrinos dia do endocrinologista dia do medico dia internacional da tireoide dia mundial do diabetes dia nacional da obesidade dia nacional do teste do pezinho diabetes diabetes 2015 diabéticos dicas de saúde diretoria diretrizes diretrizes médica diretrizes médicas discutindo a endocrinologia pediatrica discutindo endocrinologia pediatrica Discutindo Endocrinologia Pediátrica 2014 discutindo endocrinologia pediátrica 2016 dislipidemia dislipidemia na infância documento EBEP ebep 2016 ebep 2018 ebep2014 ebep2016 edital caaep edital do caaep edital do caaep 2016 eleições emprego encontro brasileiro encontro brasileiro de endocrinologia pediatrica encontro do iede endócrinologia endocrinologia e metabologia endocrinologia infantil endocrinologia pediátrica endocrinologista endopediatra EndoPediatria Escolas esportes estatura evento evento de tecnologia evento em são paulo evento medico eventos eventos médicos eventos médios exame do caeep excesso de peso Expediente falando sobre o ebep falecimento fan page da sbem filiados Fludrocortisona gestação gestação com diabetes gestão 2013 2014 goiânia gramado hipertensão hipotireoidismo congênito horários idade óssea iede informações informações sobre o ebep informativo inscrições inscrições encerradas inscrições para caaep inscritos insicrições jornada jornada pediatrica jornada teórico prática jornada teório-prática lanche lista de inscritos locais luiz claudio castro mães massa óssea material para pacientes medicina medico menarca mensagem metabolismo ósseo mobilização em defesa de crianças desaparecidas natal nina musolino nota notícia notícias Notícias Científicas nova diretoria nova gestão o departamento obesidade obesidade infantil objetivos oficio de vitamina d palestrantes para profissionais páscoa paulo césar pautas pediatria pediatrica perguntas e respostas período neonatal pico de massa óssea pig prazo das inscrições precocidade sbem programação programação científica programação do ebep projeto diretrizes prova prova de especialista prova de título prova prática prova teórica proxima edição do ebep próximo cbem próximo ebep próximo prazo pubarca puberdade puberdade precoce publicações quadrinhos quem faz quinta edição quinta edição do ebep quinto copem quinto ebep recém nascido Refrigerantes regimento resistência insulínica retrospectiva 2014 revista síndrome de down rio de janeiro santa casa são paulo sbem sbem envia oficio sobre vitamina d SBP seminário de obesidade sexta jornada pediatrica síndrome dos ovários policísticos site sitec sobre o epeb sol SOPERJ suplementos tecnologia telarca teste teste do pezinho tireoide tireoide na gestação título de especialista tratamento triagem neonatal último prazo vagas vitamina d volta às aulas webmeeting